Sua mensagem foi enviada com sucesso. Em breve responderemos.

Fale conosco

Fechar
Início » Notícias » Turismo » Dicas para se visitar o Sertão Central do Ceará

Dicas para se visitar o Sertão Central do Ceará

O Ceará é muito mais rico do que muita gente pensa e se percorrermos todo esse nosso lindo estado em busca de aventuras, cidades bonitas e muita diversão, vamos descobrir uma infinidade de lugares únicos e maravilhosos que enchem os olhos e a alma de qualquer visitante. Hoje nosso passeio será pelo Sertão Central, uma região composta por doze lindos municípios e onde o Turismo aportou e fez moradia. Que tal fugirmos das praias e serras e conhecermos nosso sertão?

Escolhemos três belíssimas e disputadas cidades para ilustrarmos nossa matéria. No Sertão nós vamos encontrar muita religiosidade, belas formações rochosas, excelentes opções de hospedagem, esportes radicais e cenários prontos para mega produções cinematográficas que não deixam a desejar em nada para a hollywood americana. Escolhemos as cidades de Quixadá, Quixeramobim e Canindé para nossa visita. Indicamos com louvor uma viagem para estas três cidades encantadoras e mágicas.

1 – Quixadá

Quixadá é o principal e maior município do Sertão Central do Ceará e possui o 17º maior PIB do estado, maior renda per capita e melhor IDH da Mesorregião dos Sertões Cearenses. Na década de 1960 e 1970 o município esteve na lista das 100 cidades mais populosas do Brasil e hoje é considerado um dos principais municípios turísticos do Estado.

Com suas seis instituições de ensino superior, públicas e privadas, Quixadá é conhecida como a cidade universitária do sertão, possuindo sedes das universidades Federal e Estadual do Ceará. Foi lá também onde nasceram os escritores Jáder de Carvalho e Rachel de Queiroz, servindo de fonte de inspiração para muitas monografias e visitas técnicas estudantis.

Com uma organizada rede hoteleira, boa receptividade e atrativos culturais e naturais a cidade é um dos mais belos e exóticos recantos do interior do Ceara. Dentre suas atrações turísticas estão o Açude do Cedro, Pedra da Galinha Choca, Santuário N. Sra. Imaculada Rainha do Sertão, Chalé da Pedra, Lagoa dos Monólitos, Pedra do Cruzeiro, Museu Jacinto de Sousa e Memorial Cego Aderaldo.

2 – Quixeramobim

Banhada pelo rio de mesmo nome e maior afluente do Rio Banabuiú, Quixeramobim é a segunda maior cidade do sertão central, sendo também o maior produtor de leite do Estado. Dentre as várias versões da origem do nome da cidade está a de “carne gorda” (quixá – gorda e mobim – carne).

A cidade se destaca pela existência de inúmeros sítios arqueológicos e por sua história e cultura. Dentre os filhos ilustres da cidade está Antonio Conselheiro, líder da Guerra dos Canudos e o Arquiteto e compositor Fausto Nilo. Foi lá também onde se iniciou a Confederação do Equador

Os principais pontos turísticos da cidade são: A Barragem de Quixeramobim, Casa da Câmara, Casa de Antônio Conselheiro, Centro geodésico do Ceará, Memorial Antônio Conselheiro, Pedra do Letreiro (sítio arqueológico), Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, Igreja Matriz de Santo Antônio, Paço municipal e Ponte metálica.

3 – Canindé

Canindé por si só já é sinônimo de religiosidade e um lugar onde a população participa efetivamente das diversas romarias e peregrinações que acontecem e que tem como ponto final a Basílica de São Francisco das Chagas, A Estátua de São Francisco (um gigantesco monumento com mais de 30 metros de altura); A Via Sacra; O zoológico municipal e a Praça dos Romeiros – um anfiteatro ao ar livre com capacidade para mais de 120 mil pessoas.

Considerado um dos mais antigos eventos religiosos do Brasil, a Festa de São Francisco das Chagas acontece de 24 de setembro a 04 de outubro (data dedicada a São Francisco). Essa data é alterada apenas em anos de eleições. O evento recebe cerca de 2,5 milhões de visitantes franciscanos de todo o pais, sendo considerada a maior romaria franciscana da América Latina.

 

Noticias Relacionadas:

Deixe seu comentário